Gleici é a campeã do BBB18 com 57,28% dos votos | Mural da Fama – O site das estrelas

Gleici é a campeã do BBB18 com 57,28% dos votos

0 Flares 0 Flares ×

Gleici vence o programa. Kaysar em segundo e Familia Lima em terceiro Foto TV Globo

É oficial: Gleici é a nova milionária do Brasil. Na noite desta quinta-feira, dia 19, após 88 dias confinada na casa mais vigiada do país, o público decidiu que a acreana seria a grande vencedora da décima oitava edição do ‘Big Brother Brasil’. A jovem foi escolhida como campeã com 57,28%. Kaysar levou o segundo lugar, com 39,33% dos votos, e família Lima, 3,39%, é a terceira colocada do ‘BBB 18’.

“Eu não sei o que falar. Fico feliz que vocês conheceram a minha história, a história da minha família. Esse prêmio é para eles. Acredite no que você é e acredite nos sonhos, tudo é possível!”, disse Gleici, emocionada.

Foto TV Globo

A estudante de psicologia foi a primeira participante do Acre de todas as edições do ‘Big Brother Brasil’. De origem humilde, Gleici vem de uma família com dois irmãos, 15 tias, 50 primos e é a única entre eles que concluiu o ensino médio e que cursa uma faculdade. Nascida na zona rural, teve uma infância difícil, mas assim que entrou no programa disse que nada do que passou fez com que ficasse amargurada com a vida. “Sou muito bem resolvida”, disse, na época. Quando entrou, falou ainda que se considerava polêmica, pois sempre tentava fazer valer a sua opinião. Mas que, ao mesmo tempo, tinha um lado meigo e doce. E foram essas características que a levaram até a final do ‘BBB 18’. A jovem de 23 anos, completados dentro da casa, se entregou ao reality de todas as maneiras: se jogou pista de dança, no amor, nas provas e não deixou de curtir a experiência nem por um segundo.

Amiga de uns, de outros nem tanto, se entregou ao jogo e viveu de tudo um pouco: foi quatro vezes ao paredão, um deles falso. Depois de quatro dias escondida de todos no quarto Farol, voltou quando menos esperavam. Seu retorno foi um dos momentos mais marcantes desta edição. Ao descer as escadas, soltou a icônica frase “Vocês não imaginam o prazer que é estar de volta”, gerando reações dos outros participantes – e de todo o Brasil – ao ver seu retorno. Gleici protagonizou brigas e mostrou que por trás de sua voz suave havia uma menina que sabe se impor e mostrar sua opinião. Se apaixonou por Wagner, viu seu crush ser eliminado na décima semana e ganhou uma grande amiga, Ana Clara. Unidas dia e noite, foram líderes juntas. Essa amizade, inclusive, foi essencial para ela passar pelo jogo.

“Eu cresci muito lá dentro. As pessoas vinham falar que eu era isso ou aquilo. Algumas coisas eu relevei, mas acho que cresci com tudo. Eu abri meus olhos pra muitas outras coisas que eu não via na minha realidade. Coisas relacionadas à vida. Toda vez que eu voltei do paredão eu me sentia fortalecida”, lembrou a campeã.

Ex-BBBs acompanham a final do palco – Foto TV Globo

Um grande time

Antes de ser declarada a campeã, o ‘Big Brother Brasil’ relembrou porque uma família carioca, uma acreana e um sírio refugiado no Brasil conquistaram o público. E não só eles. O elenco, composto por 20 participantes ao todo, protagonizou grandes momentos ao longo do reality, mobilizou torcidas, dividiu suas histórias de vida, multiplicou todo tipo de emoção.

No último programa, os brothers puderam ver as câmeras que acompanhavam as reações de suas famílias em casa, enquanto assistiam ao programa do lado de fora. Depois, os finalistas puderam ver alguns dos melhores momentos de todo o confinamento, com direito a vídeos de anônimos e famosos elegendo suas cenas favoritas da atração. Além, é claro, do último ‘Big Treta Brasil’. No palco, Maiara & Maraísa, Projota e Ferrugem garantiram os números musicais da noite e levaram uma mistura de ritmos ao público.
“Fim de jogo. Acabou. Foi demais! Foi um jogo maravilhoso!”, sentenciou o apresentador Tiago Leiferf, que exaltou características dos finalistas ao longo do programa: “Kaysar nos ajudou a redimensionar os problemas. Gleici tinha tudo contra ela na vida e olha aonde ela chegou. A Família Lima trouxe para nós o amor da família”.

Gleici, Kaysar e Familia Lima assistem ao programa de dentro da casa – Foto TV Globo

Os amigos finalistas

“Três coisas que me deixam vivo: meu sonho, minha esperança e meu sorriso. Estou entregando tudo para vocês”. Foi assim, como esse espírito pra cima e cheio de esperança, que Kaysar, também conhecido como o Papagaio de Aleppo, encantou o público. E quem poderia imaginar que um refugiado sírio chegaria ao ‘Big Brother Brasil’? Mais que isso: que chegaria à final do reality? Sempre com o sorriso no rosto, teve até quem duvidasse de sua alegria dizendo ‘ninguém consegue ser feliz assim o tempo todo’. Mas Kaysar curtiu o programa como poucos: dançou até o chão em todas as festas e curtiu como se não houvesse amanhã, movimentando os outros participantes que não conseguiam ficar parados quando ele, ‘automaticamente’, agitava a casa. No ‘BBB’ fez vários amigos e, no começo, não escolheu grupos. Se relacionou com Patrícia, perdeu a companheira, mas logo encontrou outra parceira na Jéssica. Diariamente ele repetia: “É sempre uma felicidade acordar e saber que eu estou vivo para mais um dia. Hoje será o melhor dia da minha vida”. E assim construiu alianças e chegou longe no jogo. Mesmo com o segundo lugar, Kaysar disse que viveu um sonho e mostrou para o Brasil inteiro que não existe dificuldade que não possa ser superada quando se vai atrás do que se deseja.

“Eu entrei aqui com foco na minha família e dedico esse prêmio para eles. Tomara que eu consiga ajudá-los. Até agora não estou acreditando. Ainda estou meio perdido, mas estou muito feliz!”, contou o sírio.

“Acompanho o programa desde a primeira edição, e meu grande sonho sempre foi estar aqui”, disse Ayrton quando finalmente conseguiu entrar no ‘BBB’ depois de realizar 15 tentativas. Não só conseguiu, como levou a família toda. Ana Clara, Ayrton, Eva e Jorge — filha, pai, mãe e sobrinho da família Lima — foram os primeiros participantes a entrarem na casa, e a primeira família a participar do Big Brother Brasil. Dançaram, se divertiram, brigaram e estreitaram ainda mais seus laços. Mas, principalmente, mostraram ao público que as famílias são diferentes umas das outras.

Desde o início eles sabiam que dos quatro, apenas dois permaneceriam no jogo e disputariam o prêmio final. Na primeira semana, o público votou e escolheu que pai e filha, Ayrton e Ana Clara, continuariam no reality jogando como apenas um participante. ‘Papito’, o participante mais velho desta edição, mostrou que coração de pai também tem espaço para mais alguns filhos. Além do quase diário “Acorda para fazer o raio-x, Ana clara”, o pai da família Lima cozinhou, dançou, conversou — sozinho, inclusive — chorou, arrastou chinelo, brigou, bateu porta, foi líder e, óbvio, foi linha dura com a filha na mesma proporção em que amoleceu o coração e se mostrou orgulhoso pela cria. Para Ayrton, viver esse sonho com a família foi ainda melhor. “Tudo é melhor quando é compartilhado”, disse dentro da casa.

Em uma família de opostos, Ana Clara foi a participante mais nova dessa edição. A Pimenta Carioca viveu, dançou, foi a última a deixar as festas, brigou, dormiu e tentou fugir inúmeras vezes da marcação cerrada do pai. Com personalidade forte e um grande poder de argumentação, acabou ficando com Breno e formando o primeiro casal da edição. Paula a definiu como ‘Um Neymar’ nas provas. Ganhou duas vezes a liderança e uma imunidade após ficar mais de 43 horas em pé. Como um só, os dois chegaram à final. Mas não foi fácil: eles passaram por três paredões e viveram inúmeras emoções.

Para Ana Clara, a experiência foi única por inúmeros motivos. “Foi um crescimento não só pessoal, mas uma questão familiar. Minha relação com meu pai mudou, meu pensamento em relação a mim mesmo também. Ainda tenho muito o que aprender, mas foi tudo incrível!”, empolgou-se ela. “O BBB fez com que eu descobrisse o amor pela minha família, principalmente pela minha esposa que eu nem imaginava. É muito maior. Foi emoção pura. Foi muito legal. Valeu a pena esperar 15 anos e eu vou me inscrever de novo!”, brincou Ayrton.

Gleici vence o programa. Kaysar em segundo e Familia Lima em terceiro – Foto TV Globo

Gleici – Foto TV Globo

Kaysar – Foto TV Globo

Ana Clara e Ayrton – Foto TV Globo

O BBB continua…

A partir desta sexta, dia 20, o público terá acesso a mais conteúdo exclusivo do ‘BBB 18’ pelo Globoplay. Durante 30 dias, incluindo sábados e domingos, serão exibidos episódios. Os programas são resumos inéditos da edição, com comentários exclusivos dos participantes desta edição do reality, onde eles vão relembrar o que rolou nos 88 dias de programa. Festas, tretas, provas, shows, romance, nada vai ficar de fora.

Mais uma prova de que o BBB não acaba quando termina é que também nesta sexta, os participantes desta edição vão se reunir mais uma vez na #RedeBBB para comentar os momentos mais marcantes do programa. A Maratona BBB 18 vai ser ao vivo, a partir das 12h30, no GShow e no Globoplay. Fernanda Keulla e Vivian Amorim comandam a transmissão, que contará também com a presença de influenciadores digitais. E ainda vai acontecer mais uma edição do Prêmio #RedeBBB, com categorias que são a cara da internet.

O ‘BBB18’ tem direção-geral de Rodrigo Dourado e apresentação de Tiago Leifert.

Gleici campeã BBB18 (Foto: TV Globo)

Esta entrada foi publicada em Destaques, TV. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Comentários no Facebook

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 0 Flares ×